Categoria: ECONOMIA

Petrobras: a raposa no galinheiro – bolsonaristas têm relação íntima com o financismo internacional e com os interesses do Departamento de Estado norte-americano

Por Redação Urbs Magna

“O primeiro escalão do time do capitão está permeado de quadros que exibem uma relação íntima com o financismo internacional e com os interesses do Departamento de Estado norte-americano”.

Anúncios

Tereza Cristina ameaça acabar com o Mercosul – a “musa do veneno” da Agricultura de Bolsonaro diz que Brasil pode “sair” do bloco

Por Redação Urbs Magna

A deputada Tereza Cristina, indicada ao Ministério da Agricultura pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, ameaçou acabar com o Mercosul. Ela disse que o Brasil precisa rever os acordos estabelecidos e que, caso não haja revisão, o Brasil pode simplesmente “sair” do bloco. Suas posições podem criar conflito com setores industriais, uma vez que o Mercosul é a região que mais absorve exportações de produtos industriais brasileiros. Tereza Cristina defendeu o uso de armas por moradores de áreas rurais e disse querer intensificar o comércio com a China.

Bolsonaro quer privatizar a ‘nata’ da Petrobras e segue modelo de Temer – E as medidas para o povo? Nada!

Por Redação Urbs Magna

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (19) que “parte” da Petrobras pode ser privatizada; “Nós estamos conversando sobre isso aí. Eu não sou uma pessoa inflexível. Mas nós temos que, com muita responsabilidade, levar avante um plano como esse aí. Eu vi lá atrás com muito bons olhos a questão da Embraer. Nós podemos conversar, tá certo? Mas entendo como uma empresa estratégica que pode ser privatizada em parte”, afirmou Bolsonaro durante entrevista no Rio de Janeiro

Bolsonaro deixa pobres sem médicos e recebe elogio dos EUA sinalizando total sintonia com sua política externa

Por Redação Urbs Magna

Os cerca de 8,3 mil profissionais cubanos distribuídos por cerca de 2,2 mil municípios brasileiros e que hoje fazem parte do Programa Mais Médicos começarão a deixar o Brasil com retorno ao seu país de origem dentro de dez dias. Apesar de deixar cerca de 24 milhões de brasileiros sem nenhum tipo de assistência médica, a pressão feita por Bolsonaro sobre os médicos cubanos, em um claro sinal de sintonia com a política externa norte-americana, foi elogiada pelo governo dos Estados Unidos.

Extinção do Mais Médicos é o epílogo do entreguismo iniciado no Golpe 2016 e terá seu Grand Finale na Saúde e na Educação

Por Redação Urbs Magna

O programa ‘Menos Médicos‘ de Jair Bolsonaro (PSL), que consiste em mandar embora os médicos cubanos, tem por trás uma lógica calculada, perversa e ideologicamente comprometida com o deus mercado. O Coiso pretende transferir essas duas áreas essenciais a particulares. “Defendendo voucher educação e voucher saúde para os que ficarem para trás, os que tem problemas, que não tiveram oportunidades”, explicou nesta quarta (14) Bolsonaro durante reunião com os governadores eleitos.