Categoria: POLÍTICA

Nobel da Paz 2015 apóia Nobel da Paz para Lula em 2019

Por Redação Urbs Magna

Cresce o movimento internacional para que o ex-presidente Lula receba o prêmio Nobel da Paz este ano. A União Geral…

Anúncios

É bom já ir voltando pro Brasil: Flávio Bolsonaro pode estar envolvido com família de suspeitos do assassinato de Marielle Franco

Por Redação Urbs Magna

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), com o apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil, desencadeou na manhã desta terça-feira a Operação Os Intocáveis, em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio, e outras localidades da cidade, que prendeu ao menos cinco suspeitos de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. Os presos são integrantes da milícia mais antiga e perigosa do estado.

Bolsonaro fracassa em Davos: ‘Ele deu manchetes. Mas nós queremos detalhes. Talvez não haveria como pedir mais dele’, ironiza um banqueiro após discurso relâmpago de 7 minutos, em que mentiu ao mundo dizendo que o Brasil mudou

Por Redação Urbs Magna

Uma mistura de medo, interesse e certa satisfação. Foi assim que empresários, economistas e a elite da finança internacional receberam, no Fórum Econômico Mundial, em Davos o discurso do presidente de Jair Bolsonaro –que, em menos de dez minutos, tentou convencer o mundo de que o Brasil “mudou”. “O Brasil é um grande país. Merece alguém melhor”, disse o americano Robert Shiller, prêmio Nobel de Economia. “Ele me dá medo”, insistiu.

Bolsonaro é recebido com laranjas e ato em frente ao hotel onde ficará em Zurique, na Suíça

Por Redação Urbs Magna

Um grupo de brasileiras e brasileiros, suíças e suíços, organizou uma recepção para o Presidente Bolsonaro em sua chegada à Zurique, Suíça. Diante da impossibilidade de obter a tempo uma autorização para realizar uma grande manifestação em Zurique, autorização necessária para evitar problemas com a polícia local, os ativistas brasileiros e suíços encontraram uma maneira elegante e bem-humorada de receber o Presidente Bolsonaro em Zurique como ele merece.