Mandetta diz para o povo se isolar, usar máscara e evitar beijo e abraço, pois o pico do Covid-19 será de abril a maio

07/04/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Uso de máscaras e isolamento social devem ser reforçados, orienta texto do Ministério da Saúde publicado nesta terça-feira (7) na “Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical” e divulgado pela agência de notícias científicas Bori. O pico dos casos de coronavírus no Brasil será em abril e maio e que o país continuará enfrentando a pandemia até meados de setembro, de acordo o relatório técnico assinado por Luiz Henrique Mandetta e especialistas em saúde. 

Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde

O texto também alerta para o período de outono e inverno, quando as doenças respiratórias se intensificam nos registros brasileiros. O documento de Mandetta revela que há grande preocupação quanto disponibilidade de unidades de terapia intensiva (UTI) e ventiladores mecânicos para os pacientes de sars-cov-2, por isso a insistência no isolamento.

O isolamento social é uma medida que deve ser sugerida no início [do surgimento dos caso] para achatar a curva epidemiológica com o mínimo possível de impacto econômico“, enfatizam os especialistas no relatório.

O relatório ainda fala que a economia do país não sefrerá tanto assim como tem dito o presidente Bolsonaro: “Se o distanciamento social é eficaz [para conter a pandemia] (…), o impacto econômico poderá ser mitigado quando a atual pandemia de Covid-19 for controlada“.

O abraço e o beijo deve ser evitado e as pessoas têm que usar máscaras, o que certamente ajudará na contenção do avanço da pandemia.

Evolução dos casos de coronavírus no Brasil até 06 de abril de 2020 — Foto: Arte/G1

com informações do G1

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.