Categoria: ARTIGO

“Afastamento do ‘serial killer’ do Planalto tornou-se imperativo ético, humanitário e político”, diz jornalista

Por Redação Urbs Magna

“Purgado pelo impeachment, o genocida teria os direitos políticos cassados por oito anos. Sem poder parasitar a máquina pública, o bolsonarismo perde oxigênio. A presença constante e maciça de gente na rua até 2022 é a melhor vacina contra a ruína da democracia e o golpe, que Bolsonaro não para de fomentar”, escreve