Tag: suspeição de moro

Defesa de Lula acusa PGR de agir de má fé no processo de suspeição de Moro – Para Aras, não há irregularidades nos diálogos revelados por The Intercept

Por Redação Urbs Magna

Advogados do ex-presidente apresentaram petição ao STF rebatendo manifestação de Aras – PGR rejeitou suspeição de Moro em caso de Lula e não vê irregularidades em diálogos da Vaza Jato

Anúncios

Gilmar levará suspeição de Moro à Segunda Turma do STF e deve ter apoio de Celso de Mello

Por Redação Urbs Magna

Segundo membros do STF, o ideal é o ministro do STF Gilmar Mendes retomar o julgamento do Habeas Corpus de Lula contra Sérgio Moro somente quando o voto de Celso de Mello estiver “amadurecido”. Mello sinalizou a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Lewandowski a favor do pedido de Lula. Defesa acusa Moro de parcialidade no caso do tríplex do Guarujá (SP)

Decisão pode beneficiar Lula: STF deve pautar segunda instância e suspeição de Moro na próxima semana

Por Redação Urbs Magna

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) devem colocar em pauta já na próxima semana o julgamento da prisão de condenados depois de decisão em segunda instância. A decisão pode beneficiar o ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, caso ele não saia da carceragem antes de ela ser tomada.

“Lula tem direito à liberdade”, diz Gleisi denunciando golpe de Dallagnol, que pede semiaberto em lugar da anulação da farsa processual de Moro

Por Redação Urbs Magna

Presidenta do PT criticou o parecer da Lava Jato que defende que o ex-presidente Lula progrida para regime semiaberto de prisão. “O STF deve julgar suspeição de Moro e anular o processo soltando Lula imediatamente, sem regime de prisão. Isso é golpe do Dallagnol“, afirma Gleisi: “O STF deve julgar suspeição de Moro e anular o processo soltando Lula imediatamente, sem regime de prisão”, afirma. Defesa se reúne com Lula na segunda

LIBERDADE de LULA está próxima – STF pode declarar MORO suspeito

Por Redação Urbs Magna

O Supremo Tribunal Federal vai acelerar a análise de ações sobre prisão após condenação em segunda instância e a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, na condução do caso do tríplex de Guarujá (SP), que levou o ex-presidente Lula à prisão