Categoria: NEWS

Operação Lava Jato entra na mira do STF

Por Redação Urbs Magna

Supremo deve analisar as ações para discutir a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância

Anúncios

Gilmar levará suspeição de Moro à Segunda Turma do STF e deve ter apoio de Celso de Mello

Por Redação Urbs Magna

Segundo membros do STF, o ideal é o ministro do STF Gilmar Mendes retomar o julgamento do Habeas Corpus de Lula contra Sérgio Moro somente quando o voto de Celso de Mello estiver “amadurecido”. Mello sinalizou a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Lewandowski a favor do pedido de Lula. Defesa acusa Moro de parcialidade no caso do tríplex do Guarujá (SP)

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, recebe o constrangedor troféu ‘Exterminador do Futuro’ ao vivo na Câmara por queimadas na Amazônia

Por Redação Urbs Magna

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, recebeu ao vivo na Câmara dos Deputados o “troféu de Exterminador do Futuro” por causa do desmatamento acelerado no Brasil. A devastação tem causado má repercussão no exterior. Inclusive, países europeus ameaçam boicotar produtos brasileiros

LULA nega entrevista a José Padilha, diretor de ‘Tropa de Elite’ e ‘O Mecanismo’

Por Redação Urbs Magna

A agenda intensa de entrevistas do ex-presidente Lula não vai incluir o diretor de cinema José Padilha, que está produzindo um documentário sobre a Lava-Jato. O cineasta tem procurado diversas autoridades para falar sobre o tema e Lula está entre elas.

Glenn: “Moro está tornando impossível para todos – até a Globo (em breve) – negar quem ele realmente é”

Por Redação Urbs Magna

O jornalista Glenn Greenwald criticou o ministro Sérgio Moro (Justiça), após o ex-juiz defender Jair Bolsonaro no caso que envolve um esquema de candidaturas laranjas do PSL.Em breve, nem a Globo conseguirá continuar defendendo Moro. A Policia Federal já abriu nova linha de investigação sobre o laranjal.

Lula foi condenado por crimes impossíveis – não dá mais para esconder que a Lava Jato tem uma banda podre

Por Redação Urbs Magna

O malabarismo para condenar Lula exigiu a criação de uma figura jurídica exótica –o ato jurídico indeterminado–, que, na prática, impede o réu de se defender por não saber do que está sendo acusado. Sem esse artifício, toda aquela teia de relações teria que ser examinada, bem como a conduta de cada pessoa envolvida