Categoria: Corrupção

BEBIANNO VAI DERRUBAR BOLSONARO – Demitido pelo ‘mito’ dos mentecaptos, ele prometeu que o levaria junto caso caísse e agora manda o primeiro recado

Por Redação Urbs Magna

O coordenador da campanha presidencial de Jair Bolsonaro, que está deixando a Secretaria de Governo, mandou um recado claro ao chefe. “Uma pessoa leal, sempre será leal. Já o desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça”, postou Bebianno, que está sendo demitido, com apenas 45 dias de administração.

Anúncios

Bebiano desviou R$ 1,23 milhão do fundo eleitoral do PSL para minigráfica

Por Redação Urbs Magna

A minigráfica Vidal, pertencente a um membro do diretório estadual do PSL em Pernambuco foi a empresa que mais recebeu verba pública do partido no estado durante as eleições de 2018. Sete candidatos do PSL declararam ter gasto R$ 1,23 milhão dos fundos eleitoral e partidário na gráfica de Luis Alfredo Nunes da Silva, que se apresenta como presidente do PSL na pequena cidade de Amaraji, endereço da minigráfica, que funciona em uma pequena sala, com duas máquinas e uma recepcionista. PUBLICIDADE

Bolsonaro pode demitir Bebianno (PSL) da Secretaria-Geral da Previdência, após comentário de seu filho Carlos

Por Redação Urbs Magna

Em entrevista à TV Record, Jair Bolsonaro (PSL) reconheceu a possibilidade de demissão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno (PSL), envolvido em esquema de candidaturas laranja e em desvio de verba partidária dentro do PSL. Bolsonaro disse que determinou a Polícia Federal – órgão submetido ao Ministério da Justiça de Sérgio Moro – a abertura de investigação contra Bebianno e ressaltou que Moro tem “carta branca para apurar qualquer caso de crme contra corrupção e lavagem de dinheiro.”PUBLICIDADE

Mourão (PRTB) cobra explicações do PSL de Bolsonaro: “O partido que se explique”

Por Redação Urbs Magna

Filiado ao PRTB, o vice-presidente da República Hamilton Mourão afirmou que o PSL deve explicações sobre o uso de laranjas em campanhas eleitorais; ele disse, literalmente: “o partido que se explique”; ao deixar o Palácio do Planalto na noite desta terça-feira (12), Mourão disse não saber se Bolsonaro pediu explicações ao PSL sobre as suspeitas; o Ministério Público de Minas Gerais vai investigar o caso de Marcelo Álvaro Antônio (PSL), ministro do turismo envolvido com quatro candidatas laranja no estado