“Bolsonaro quis afundar os pobres e favorecer seus cúmplices”, diz Randolfe. “Foi intencional”

O senador argumentava sobre os “mais de 60 milhões de brasileiros” que “estão na pobreza ou extrema pobreza no Brasil”. Randolfe assegurou que “acabar com a fome e a miséria é prioridade”

“Mais de 60 milhões de brasileiros estão na pobreza ou extrema pobreza no Brasil. Um número recorde de uma série histórica. Sabemos que foi intencional: Bolsonaro quis afundar os pobres e favorecer seus cúmplices. Mas vamos reverter: acabar com a fome e a miséria é prioridade!”, afirmou o senador Randolfe Rodrigues, em seu Twitter.

Os dados são do levantamento da pesquisa SIS (Síntese de Indicadores Sociais), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que revelaram que o Brasil bateu o recorde de pessoas em situação de pobreza e de extrema pobreza em 2021. 

De acordo com a pesquisa, aproximadamente um a cada três brasileiros (29,4% do povo) estão neste grupo de vulneráveis economicamente. Sem contar que 8,4% dos brasileiros estão na faixa da extrema pobreza.

O estudo aponta que até o ano passado, 62,5 milhões de pessoas estavam em situação de pobreza, situação na qual elas sobrevivem com menos de 5,50 dólares por dia (cerca de R$ 28,68). Além disso, 17,9 milhões de brasileiros sobrevivem com apenas 1,90 dólares por dia (cerca de R$ 9,91).

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.