Justiça arquiva ação contra ex-ministros Mercadante e Edinho por ser baseada em delações sem provas


“Observa-se que os fatos narrados pelos colaboradores não foram confirmados por outras pessoas ou documentos, remanescendo somente as suas versões dos fatos”, escreveu o promotor Flávio Turessi


A Justiça Eleitoral de São Paulo arquivou uma denúncia de caixa dois contra os ex-ministros Aloizio Mercadante e Edinho Silva, do PT, por ser baseada apenas em delações de um ex-diretor da Odebrecht, sem ter sido apresentadas provas. As informações são do Brasil 247.



A acusação, de pagamento de R$ 1 milhão em caixa dois, é referente à campanha de Mercadante ao governo de São Paulo, em 2010, quando Edinho, atual prefeito de Araraquara (SP), era presidente do PT paulista.

“Observa-se que os fatos narrados pelos colaboradores não foram confirmados por outras pessoas ou documentos, remanescendo somente as suas versões dos fatos”, escreveu o promotor Flávio Turessi.


Comente

3 comentários em “Justiça arquiva ação contra ex-ministros Mercadante e Edinho por ser baseada em delações sem provas”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.