Categoria: Livros

“O povo tá mais fodido do que eu”, pensava Lula quando estava preso para vencer o ódio por Moro e Dallagnol, além de alimentar seu coração de esperança

Por Redação Urbs Magna

Lula conta como sobreviveu à injustiça de sua prisão política, tendo que dominar o ódio por Sergio Moro e Deltan Dallagnol, assim como precisava alimentar sua alma: “O povo tá fodido!”, pensava. E isso o alimentava fazendo-o querer sair e resolver os problemas do Brasil

Anúncios

Chegou O LIVRO DOS BURROS – ‘Guia politicamente incorreto da História (II) – o seriado rejeitado por todos os historiadores agora tem aprovação para captação de recursos

Por Redação Urbs Magna

Prepare-se. Aquele cunhado cheio de convicções surrealistas e certezas esdrúxulas vai continuar torrando sua paciência. E quem estará pagando a conta é você mesmo

Em livro, FHC revela a gigantesca inveja que sempre sentiu de Lula

Por Redação Urbs Magna

O jornalista Bernardo Mello Franco relata em sua coluna trechos do próximo livro do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com fatos pitorescos sobre a eleição de 2002, que consagraram Lula presidente da República e a transição de governo. Sobressai nos comentários de FHC a grande inveja que tinha do líder popular

O DOSSIÊ DE JANOT (ou Memórias de Janot), o procurador-Geral que cogitou matar Gilmar Mendes: em ‘Nada Menos Que Tudo’ o ex-PGR revela ‘Os Bastidores Da Operação Que Colocou O Sistema Político Em Xeque’ – Leia o resumo

Por Redação Urbs Magna

Em 2017, Rodrigo Janot teria entrado com uma pistola no STF para matar o ministro Gilmar Mendes. Foi o que o ex-procurador-geral da República afirmou a vários veículos nesta quinta (26). Em livro, Janot cita choro de políticos e ‘farmacinha’ de bebidas na PGR – são as memórias do ex-procurador-geral que cogitou matar o ministro do STF Gilmar Mendes

Janot quase matou Gilmar Mendes dentro da Corte, quando em uma ocasião entrou armado no STF querendo acabar com a vida do Ministro: “Ia matar ele e depois me suicidar”, disse

Por Redação Urbs Magna

Ex-PGR diz que cogitou matar Gilmar Mendes dentro do Supremo quando era Procurador-Geral da República – Em livro, ex-procurador-geral diz que entrou armado na corte com intenção de atingir ministro