“O regime do sociopata deve implodir”, diz site. “O bolsonarismo só funciona na base do suborno”

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Ao fundo, ministros do STF caminham para sessão no Tribunal | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Mais de

Deputados também avaliam que o “governo chega ao fim“, caso o STF corrobore liminar de Rosa Weber suspendendo emendas secretas

O bolsonarismo só funciona na base do suborno” e “o regime do sociopata [o Presidente Jair Bolsonaro] deve implodir“, afirmou o site O Antagonista, neste sábado (6/11), avaliando que o chefe do Executivo não conseguirá sustentar seu péssimo governo sem a corrupção escandalosa que corre solta, em especial na Câmara dos Deputados.

Se o STF corroborar a liminar de Rosa Weber que suspende as emendas secretas, o regime do sociopata deve implodir“, publicou a redação do portal de notícias.

No Twitter, o empresário Thiago dos Reis afirmou que “Arthur Lira está desesperado” e “chegou a pensar em descumprir a ordem judicial” dada pela ministra da Corte, e a sequência óbvia é que o presidente da Câmara “poderia ser preso“.

A liminar de Rosa Weber vale até a votação em plenário no STF“, disse o YouTuber. A previsão é que ocorra uma sessão virtual já no início desta semana.

Usuário posta imagem da ministra como uma heroína, em resposta às declarações de Thiago.

Veja abaixo e leia mais a seguir:

“Vendedores de voto levarão calote”

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) afirmou ao Estadão que, a partir da provável aprovação da decisão de Rosa Weber, no plenário do STF, será o fim do governo Bolsonaro”.

De acordo com o parlamentar, “quem vende voto ficará exposto, e muito do que já foi votado ainda não foi pago, ou seja, os vendedores de voto ainda levarão calote“.

A melhor decisão do STF em tempos”, concluiu o líder do MBL.

O fundador da ONG Contas Abertas, Gil Castelo Branco, aprova a liminar da ministra e afirma: Rosa Weber impediu a continuidade do ‘Jabá orçamentário bilionário’. O STF confirmou o que todos sabiam. As emendas de relator são inconstitucionais. O pior e mais promíscuo instrumento de barganha entre o Executivo e o Legislativo das últimas décadas foi, enfim, interrompido pelo STF”.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.