Bolsonaro manda a PF investigar seguidor em rede social por comentário sobre cocaína

19/02/2021 2 Por Redação Urbs Magna

O comentário foi feito por um homem identificado pelo presidente como Carlos Eduardo, em publicação em que o chefe do Executivo comemora apreensão de cocaína em Pernambuco feita em cooperação entre a Polícia Federal e a Marinha

Jair Bolsonaro, presidente da República (REUTERS/Ueslei Marcelino)

Bolsonaro afirmou estar “bastante chateado” com comentário feito em seu perfil de rede social:

“Teve um comentário aqui que realmente deixa a gente bastante chateado. Não vou falar o nome todo do cara não, Carlos Eduardo e um sobrenome aqui. E ele falou aqui que quatro meliantes que estavam no veleiro só foram apreendidos porque não pagaram a propina. Então é um trabalho deboche em cima da Polícia Federal, em cima do pessoal da Marinha do Brasil também”.

“Eu tive que dar uma resposta para ele. E a resposta foi a seguinte: ‘Prezado Carlos Eduardo de tal, enviarei sua denúncia à PF’. Ou seja, então, a Polícia Federal, com toda a certeza, vai entrar em contato com o senhor Carlos Eduardo, tem mais o sobrenome dele aqui, para ele então denunciar o pessoal da PF e da Marinha, que só apreenderam os caras porque eles não pagaram a propina, né? Então ele vai se explicar”.

“Ele tem a chance agora de explicar à Polícia Federal o que é que realmente aconteceu. Porque uma acusação dessa a gente não pode aceitar”, afirmou o presidente.

No twitter, a repercussão não foi favorável ao presidente:

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.