Bolsonaro chama todos os Ministros para reunião no mesmo horário da coletiva de Braga Netto sobre o covid-19

06/04/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Atualizado às 18:57 GMT de 06, de março de 2020.

Bolsonaro acaba de convocar todos os seus 22 ministros para uma reunião no Palácio do Alvorada na tarde desta segunda-feira (06) às 17:00h, em horário que coincide com a coletiva (que tem ocorrido desde a semana passada) do ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, sobre o coronavírus. Até o momento, no entanto, a coletiva não foi cancelada.

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil / General Walter Braga Netto – Cerimônima de posso do cargo de Ministro-chefe da Casa Civil em substituição a Onyx Lorenzoni

O presidente esteve reunido hoje, por 1 hora, com 3 dos 4 generais que assumiram o controle do Brasil: Braga Neto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e também com Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

Bolsonaro pode estar sendo usado há muito tempo pela nova presidência funcional do grupo BR-4G apenas para entreter alguns de seus ainda fiéis eleitores e governa, segundo vários jornalistas que têm atuado nos bastidores do noticiário, como uma rainha da Inglaterra; um presidente decorativo.

De acordo com informações do Globo, Luiz Henrique Mandetta também foi convocado, mesmo com a crise entre ele e Bolsonaro, que foi acometido por ciúmes após se ver em queda nas pesquisas de popularidade onde perdeu feio para o ministro da Saúde, cuja permanência no cargo está em xeque. Ontem (05), Bolsonaro afirmou que não tem medo de usar sua caneta (assista ao vídeo aqui), em referência clara a Mandetta.

Contudo, alguns jornalistas apostam que Mandetta pode terminar o dia fora do cargo: “Fortes rumores de que o ministro Mandetta será demitido hoje à tarde e substituído por Osmar Terra. Bolsonaro toca fogo no circo e vai acabar virando carvão“, disse Helena Chagas em seu perfil no microblog Twitter, na tarde desta segunda (6).

Já o jornalista Robson Bonin, da revista Veja, diz que Bolsonaro prepara o ‘tiro de misericórdia’ em Mandetta, acrescentando que militares do Planalto tentam evitar a queda, mas já reconhecem que o ministro pode não terminar a semana no cargo.

➤ Leia também:

Vídeo: Bolsomínion arrependida que chamou Bolsonaro de traidor comenta sua iniciativa

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe