LULA e Olaf Scholz, líder alemão que Bolsonaro ignorou no G20, posam para fotos

O vice-chanceler da Alemanha, possível substituto de Angela Merkel, que foi ignorado pelo presidente do Brasil enquanto ele mentia para o presidente da Turquia dizendo que nossa economia decolava e a Petrobras era um problema, falou em cooperação com eventual governo LULA

Encerrando a passagem por Berlim com uma agradável conversa com Olal Scholz, vencedor da eleição alemã em setembro“, conforme o expresidente escreveu em seu perfil no microblog Twitter, Lula e o líder alemão, apontado como o provável substituto da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, posaram para fotos de seu fotógrafo pessoal, Ricardo Stuckert.

O líder do SPD (Partido Social-Democrata) atualmente é o vice-chanceler da Alemanha e Ministro das Finanças, além de candidato ao cargo de chanceler do país.

No G20, em Roma, Bolsonaro contou mentiras ao presidente da Turquia sobre a economia, afirmou que a Petrobras “é um problema” e atacou a imprensa, sem reconhecer um dos nomes mais influentes da Alemanha, Olaf Scholz, ignorando-o.

Falamos sobre o processo que está em curso para a formação de um novo governo e sobre a importância de fortalecer a cooperação Brasil Alemanha“, disse LULA.

Mais cedo, o ex-presidente reencontrou Martin Schulz, “importante liderança da social democracia alemã e um companheiro das horas mais difíceis“, a quem LULA demostra eterna gratidão “por ter feito questão de ir até o Brasil” visitá-lo “quando estava preso em Curitiba“.

Veja abaixo uma postagem feita pelo perfil do ex-presidente, em 2018, quando estava no cárcere político por uma condenação sem provas despachada por Sergio Moro, que sempre declarou que jamais entraria para a política, mas já foi ministro da justiça e agora é pré-candidato à Presidência do Brasil.

No mesmo dia de sua chegada à Alemanha, nesta sexta-feira (11/11), LULA já se encontrou, em Berlim, com quatro líderes sindicais no maior sindicato metalúrgico do mundo.

O IG Mettal representa funcionários nas indústrias de metal e eletricidade, ferro e aço, têxteis e vestuário, indústria de TI, artesanato, madeira e plástico.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.