Valente chama Bolsonaro de “vira lata” por ele ir até Musk: “Qualquer chefe de Estado faria o contrário”

Siga Urbs Magna no Google Notícias

O bilionário está hospedado em um hotel em São Paulo, a convite do governo federal

Ao invés de Elon Musk ir até Bolsonaro, é ele que vai ao hotel onde o bilionário está hospedado. Qualquer chefe de Estado de uma nação importante faria o contrário“, afirmou o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) em seu perfil no microblog Twiter, na manhã desta sexta-feira (20/5), em referência à visita do bilionário dono da Space X a São Paulo, a convite do governo federal, por intermédio do ministro das Comunicações Fábio Faria.

Segundo o parlamentar, a lógica que deveria acontecer não acontece pois “temos um presidente vira lata“. Valente acrescentou uma observação a seu comentário: “com todo respeito aos vira latas

Veja abaixo e leia mais a seguir:

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou hoje, durante evento realizado em um hotel em Porto Feliz, no interior de São Paulo, que “conta” com o sul-africano para que a “a Amazônia seja conhecida por todos” e, de acordo com o governante, combater supostas informações inverídicas sobre a região no Brasil e no exterior:

“Nós pretendemos, precisamos e contamos com Elon Musk para que a Amazônia seja conhecida por todos no Brasil e no mundo, a exuberância dessa região e como ela é preservada”.
Jair Bolsonaro
Presidente da República Federativa do Brasil

Ao lado do empresário, Bolsonaro disse que críticos “difundiriam mentiras” em todo o mundo a respeito do panorama socioambiental na Amazônia. O presidente costuma negar o avanço do desmatamento na região, mas dados do sistema Deter, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), ilustram o tamanho do problema.

Bolsonaro também é alvo de uma campanha internacional para julgá-lo por crimes contra a humanidade. A ONG austríaca-alemã ‘AllRise’ tem dados atualizados sobre o desmatamento da Amazônia para incorporar à denúncia de outubro de 2021 contra o presidente brasileiro.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.