Usuários cobram da mídia matérias com LULA em Bruxelas, onde é exaltado por líderes mundiais

O Nobel de Economia, Joseph Stiglitz, e LULA em Bruxelas / Ricardo Stuckert


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Como assim não está impressa na primeira página dos principais jornais do país?“, questiona perfil em resposta ao tuíte em que o ex-presidente compartilhou imagem com o Nobel de Economia, Joseph Stiglitz, em Bruxelas. “Chega logo outubro de 22 pra gente tirar o guampa torta e 23 Lula assumir“, diz usuário

Perfis de mídias sociais questionam o motivo pelo qual os jornais brasileiros não estão dando ênfase aos encontros do ex-presidente LULA, não apenas com líderes mundiais, mas com nomes influentes como o de Joseph Stiglitz.

Em Bruxelas, LULA se encontra para uma série de conversações em busca de “soluções para os problemas do Brasil, com os melhores cérebros do mundo“, conforme destacou o perfil no Twitter @Be_Almeida14, que em resposta à uma das publicações do presidente de honra do PT disse: “Como assim a foto de Lula com o Nobel de Economia não está impressa na primeira página dos principais jornais do país?!”

Segundo o perfil, “a foto tem um significado imenso para a política”.

Nesta segunda-feira, o ex-presidente disse que ele e sua equipe seguem “com as atividades aqui em Bruxelas“.

Ontem também me reuni com Joseph Stiglitz, vencedor do Nobel de Economia [em 2001, por criar os fundamentos da teoria dos mercados com informações assimétricas]”.

Segundo LULA, a discussão teve como tema a “superação do neoliberalismo e a urgência de se construir um futuro que leve em consideração o bem estar das pessoas“.

Veja a baixo e leia mais a seguir:

Outro perfil na mesma rede disse: “Isso sim é motivo pra se orgulhar, não aquele idiota atual no Planalto; até agora não vi ele se encontrar com alguém que ganha algum Nobel”, afirmou referindo-se a Bolsonaro.

O homi já tá governado sem mandato, disse mais um usuário da rede social. “Chega logo outubro de 22 pra gente tirar o guampa torta e 23 Lula assumir“.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.