Trump pede fim da contagem de votos do dia 3 e tribunal pode invalidá-los

07/11/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Acreditando serem favoráveis a Biden, o Partido Republicano foi à Suprema Corte exigindo a interrupção da apuração de cédulas que chegam após o dia da eleição, com data do pleito constante nos carimbos dos correios – em votação que se encontra empatada no tribunal, Juíza trumpista pode decidir o caso

O Partido Republicano, do presidente Donald Trump, na Pensilvânia foi à Suprema Corte americana nesta sexta (6) para exigir a interrupção da contagem de votos que estão chegando após o dia da eleição presidencial devido ao atraso do sistema postal dos EUA.

Acreditando que o Joe Biden está garantindo sua liderança por este motivo, eles querem que a Justiça interrompa a apuração das cédulas atrasadas que chegaram após o dia 3.

Assim, a a Suprema Corte determinou a contagem em separado, mas isso não impede de serem contabilizadas dentro da apuração geral, o que contrariou os republicanos pois eles queria que o tribunal decidisse por não aceitá-las e ordenasse o confisco aos funcionários que contam os votos.

“Dados os resultados da eleição geral em 3 de novembro de 2020, a votação na Pensilvânia pode muito bem determinar o próximo presidente dos Estados Unidos”, disseram os republicanos.

Eles questionam há meses sobre a decisão da aceitação de cédulas cujo carimbo consta a data 3 de novembro.

Em meados do mês passado, a Justiça americana discutiu o assunto, mas não tomou uma decisão, indicando que isso poderia ocorrer mais tarde. Entre os membros da Corte, uns liberais e outros conservadores, houve empate de 4 a 4, mas uma cadeira estava vaga.

Agora a vaga do tribunal foi ocupada pela juíza Amy Coney Barrett, indicada por Trump.

Se o tribunal decidir pela suspensão e aceitar o caso, tem o poder de declarar como inválidas as cédulas que chegaram com atraso, e que já estão sendo separadas das demais.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.