Travesti assassinada que teve coração arrancado “Era um demônio”, afirma o assassino confesso que cometeu o crime após relações sexuais

22/01/2019 0 Por Redação Urbs Magna

Na madrugada desta segunda-feira (21) uma travesti foi assassinada e teve seu coração arrancado em Campinas (SP). O suspeito, Caio Santos de Oliveira, foi preso após confessar o crime. De acordo com a Polícia Militar, Oliveira foi abordado por apresentar comportamento suspeito ao avistar uma viatura. Depois de fornecer informações falsas sobre sua identidade, ele confessou o assassinato e levou os policiais até um pequeno imóvel às margens da Rodovia Miguel Melhado de Campos onde estava o corpo da travesti, que não teve seu nome social revelado. O tórax da vítima estava aberto e sem o coração.

O órgão da vítima, por sua vez, estava na casa do suspeito. “Era um demônio”, disse. O crime aconteceu no Jardim Marisa após Oliveira ter relações sexuais com a travesti. Após matá-la, o suspeito ainda roubou dinheiro e equipamentos eletrônicos.

Et Urbs Magna via Revista Fórum

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00


Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.