Temer avisou Bolsonaro que Carluxo seria preso e o ‘machão’ ligou aos prantos para Moraes pedindo perdão

29/09/2021 0 Por Redação Urbs Magna
Temer avisou Bolsonaro que Carluxo seria preso e o ‘machão’ ligou aos prantos para Moraes pedindo perdão

O vereador Carlos Bolsonaro, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro e o ex-presidente Michel Temer | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

A revelação da “patética e vergonhosa cena” foi feita pelo deputado federal Paulo Pimenta, que acrescentou que o presidente prometeu nunca mais ofender o STF. Desde então, Carluxo nunca mais foi visto

O deputado federal Paulo Pimento (PT-RS) faz uma revelação bombástica na noite desta quarta-feira (29). Durante a confusão do ‘para não para’ dos caminhoneiros, naquele memorável pós-feriado de 7 de Setembro, o motivo que levou o ex-presidente Michel Temer a voar de São Paulo para Brasília foi o seguinte:

Temer teria avisado ao presidente Jair Bolsonaro que seu filho, Carlos Bolsonaro, o Carluxo, seria preso e, por este motivo, o ‘vampirão’ foi pinçado do Sudeste do país até Brasília em um voo urgente a pedido do “machão” do Bolsonaro, que “aos prantos, ligou para Alexandre de Moraes, implorando, pedindo perdão, e prometendo “nunca mais” ofender o STF ou seus Ministros”.

Pimenta acrescenta que “quem assistiu, relata a patética e vergonhosa cena”.

O parlamentar ainda disse: “O desenrolar das tratativas foi pior do que meu relato”.

“O desespero de Bolsonaro pedindo que Temer viesse às presas para Brasília foi “comovente” e ainda será lembrado por muito tempo nos escaninhos do Palácio Alvorada”.

“Carluxo nunca mais foi visto”, pontuou Pimenta em seu perfil do Twitter.

Recentemente. o camarista Carlos Bolsonaro foi apontado como chefe de organização criminosa pelo juiz Marcello Rubioli, da 1ª Vara Criminal Especializada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com base em informações do Ministério Público.

Veja os tuítes do deputado

Comente