Sergio Moro, o ‘super herói’ anticorrupção, se tranca no banheiro enquanto o clã Bolsonaro passeia… próspero e impune

08/12/2018 2 Por Redação Urbs Magna

Jean Wyllys: Duas questões importantes para Moro e Onyx

Deputado federal pelo PSOL, do Rio de Janeiro, pede explicações contundentes por parte dos futuros ministros em relação ao registro de movimentações financeiras suspeitas de um ex-assessor de Flávio Bolsonaro

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) postou em sua página no Facebook uma mensagem, na qual levanta duas questões importantes, diante do teor do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que registrou movimentações financeiras suspeitas, inclusive de um ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

Jean faz indagações a dois futuros ministros de Jair Bolsonaro: Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, e Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil:

1) Sérgio Moro –  futuro ministro da Justiça do governo Bolsonaro, juiz que conduziu a Lava Jato e que prendeu Lula mesmo sem as provas dos crimes que o acusa, tirando forçosamente o ex-presidente das eleições, apesar de este ser o líder absoluto nas pesquisas de intenção de voto – já se pronunciou na imprensa ou em suas redes sociais sobre o suspeitíssimo caso de movimentação de mais de um milhão de reais na conta do funcionário de Flávio Bolsonaro, com direito à transferência de grana para a mulher do presidente eleito?

Aguardo seu pronunciamento, Sérgio Moro.

2) Onyx Lorenzoni – futuro ministro chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, criminoso confesso (ele confessou que praticou caixa 2, crime que Sergio Moro considerava o pior quando conduzia a perseguição ao PT), mas supreendentemente perdoado pelo juiz de Curitiba pelo fato de Lorenzoni ter pedido desculpas – abandonou uma coletiva e pediu uma trégua à imprensa… Ora, Lorenzoni, você já está arregando diante de perguntinhas fáceis que essa imprensa tão simpática a vocês não pode mesmo deixar de fazer? Pense, Lorenzoni, no que essa imprensa fez à presidenta democraticamente eleita, Dilma Rousseff, mulher honesta, e se dê conta do quão covarde você e seus pares são; além de ignorantes, claro (espertalhões, porém, ignorantes).

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00


Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.