Sardenberg: Bolsonaro é grotesco, por ‘saborear’ morte do pai do presidente da OAB durante a ditadura


Âncora da rádio CBN, o jornalista Carlos Sardenberg disse que Jair Bolsonaro é uma figura grotesca no poder. Comentário foi feito após a declaração em que ele, resultado do discurso de ódio da Globo, se vangloriou do assassinato do desaparecido político Fernando Santa Cruz


Em comentário nesta segunda-feira (29), o âncora da rádio CBN, o jornalista Carlos Alberto  Sardenberg disse que o presidente Jair Bolsonaro – que chegou ao poder pelo discurso de ódio e criminalização da política insuflado pela Globo – é uma figura grotesca no poder.

Ele se refere às declaração feita pelo presidente sobre a morte do pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, durante a ditadura militar.

“É chocante o modo grotesco com que o presidente trata do assassinato de uma pessoa”, disse o jornalista.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.