Sádico, Trump relata contagem regressiva para matar Qassim: ‘ele tem um minuto para viver’

18/01/2020 1 Por Redação Urbs Magna


Publicado por ET URBS MAGNA


Em um encontro com doadores de campanha, o presidente dos EUA Donald Trump fez um relato dramático do ataque aéreo que matou o general iraniano Qassim Soleimani, brincou que não se importa se os projetos de construção matam todas as cobras e mostrou sua indiferença ao Orçamento.

De acordo com a Folha de São Paulo, as declarações ocorreram durante um jantar privado na noite de sexta-feira (17), em Mar-a-Lago, segundo arquivos de áudio obtidos pelo jornal The Washington Post.

Trump explicou sua motivação para atacar Soleimani e relatou ouvir uma contagem regressiva oficial do Exército para a ação, realizada em 3 de janeiro.

“‘Senhor, eles têm dois minutos e 11 segundos.” Sem emoção. “Dois minutos e 11 segundos para viver, senhor. Eles estão no carro, em um veículo blindado, senhor. Eles têm aproximadamente um minuto para viver, senhor. 30 segundos. 10, 9, 8 …” Então, de repente, bum.”

O agente, que estava no telefone, informou ao presidente que Suleimani e outro líder militar iraquiano que estava com ele “se foram” e desligou, de acordo com Trump.

“Eu disse: ‘Onde está esse cara?'”, falou Trump. “Essa foi a última vez que ouvi falar dele.”

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.