PT processa ‘véio da Havan’ por faixas anti-Lula em aviões nas praias de Santa Catarina

30/12/2019 1 Por Redação Urbs Magna


O PT entrou com ação por calúnia e difamação contra o dono da rede de lojas Havan, o empresário bolsonarista Luciano Hang, que há pouco mais de um mês patrocinou aviões que puxavam faixas com mensagem “Lula Ladrão Seu Lugar É Na Prisão”


O Partido dos Trabalhadores entrou na justiça contra o dono das lojas Havan, Luciano Hang por calúnia e difamação. O ‘véio da Havan’ pagou para que aviões sobrevoassem o litoral de Santa Catarina com faixas carregando a mensagem “Lula Ladrão Seu Lugar É Na Prisão”, uma semana após a libertação do ex-presidente.

A ação tem pedido de indenização por danos morais e tutela inibitória e pede a proibição das mensagens pelas praias brasileiras e, ainda, que o acusado seja responsabilizado pela iniciativa.

As frases nas mensagens maculam diretamente a imagem e a honra do ex-presidente.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto no dia 8 de novembro após estar preso por 580 dias na sede da superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

A liberdade de Lula se deu um dia após o supremo Tribunal Federal decidir em votação de 6 a 5 que um condenado só pode ser preso após esgotados todos os recursos (trânsito em julgado).

Com a a decisão deixou de valer a jurisprudência que desde 2016 permite a prisão do réu logo após a condenação em segunda instância.

Um vídeo postado nas redes mostra um dos aviões:

Comente