“Precisamos conversar” disse Bolsonaro a Moraes durante jantar, na quarta

Antes do diálogo, o presidente “procurou distensionar o ambiente dizendo que as divergências entre os dois é que ele, em São Paulo, é palmeirense”, e o ministro do STF “é corintiano”

Na saída de um jantar em homenagem ao ministro Gilmar Mendes, o presidente Jair Bolsonaro disse ao ministro Alexandre de Moraes, que virou alvo frequente de ataques do presidente da República, que os dois precisam conversar“, diz texto no blog do Valdo Cruz, revelando também que o presidente “procurou distensionar o ambiente dizendo que as divergências entre os dois é que ele, em São Paulo, é palmeirense, e” o magistrado “é corintiano“.

Precisamos conversar”, disse Bolsonaro a Moraes numa conversa reservada que eles tiveram na saída do evento, no qual os dois “se encontraram em dois momentos. Na chegada, quando o presidente cumprimentou o ministro do STF. E na saída, quando eles tiveram uma conversa apenas entre os dois num canto reservado na saída da casa“, diz o blog.

Não é a primeira vez que Bolsonaro disse a ele que precisam conversar. Porém, o diálogo, dizem, nunca aconteceu“, diz o blog, sem revelar o que os representantes dos dois poderes conversaram.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.