Pode isso? Promotor do caso Queiroz é fã do clã Bolsonaro e compartilha vídeo de Flávio no Twitter

05/02/2019 0 Por Redação Urbs Magna

Crédito da Imagem: PortalFórum

Promotor Claudio Calo, designado nesta segunda-feira (4) para cuidar do caso envolvendo Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz declarou em dezembro em sua rede social que “relatório do Coaf demonstra movimentações financeiras não necessariamente criminosas, mas anômalas, que podem configurar crime ou não”

Seguidor do clã Bolsonaro no Twitter, fã de Sergio Moro e da Lava Jato, o promotor Claudio Calo, que foi designado nesta segunda-feira (4) para cuidar do caso envolvendo Flávio Bolsonaro (PSL/RJ) e Fabrício Queiroz declarou em dezembro em sua rede social que “relatório do Coaf demonstra movimentações financeiras não necessariamente criminosas, mas anômalas, que podem configurar crime ou não”.

O promotor também já divulgou uma entrevista que Flávio Bolsonaro deu à GloboNews e compartilou, na semana passada, um tuíte em que Carlos Bolsonaro (PSC/RJ) exalta a “economia” da comitiva do pai, Jair Bolsonaro (PSL), em Davos, e critica a cobertura da mídia.

CONFERE? Bolsonaro: diária do hotel em Davos, de Bolsonaro: $300 e Comitiva de 13 pessoas – Dilma: diária da suíte presidencial, em Davos: $10.000 e Comitiva de 80 pessoas. Dando um valor absurdamente maior. Alguém viu ou ouviu a mídia comentar alguma coisa?

— Carlos Bolsonaro (@CarlosBolsonaro) 27 de janeiro de 2019

Fã de Sérgio Moro, o promotor teceu comentários sobre o “pacote anticrime” proposto pelo ministro da Justiça no domingo (3), antes mesmo do lançamento oficial. “Tem que aumentar as penas minimas dos crimes contra Administracao Publica, licitatorios. Aumentelar prazos prescricionais. Pacote de Moro quer conceituar organizações criminosas e alterar 14 leis (SIC)”, tuitou.

Em sua rede, o promotor divulgou a carta do jornalista Alexandre Garcia com elogios à eleição de Bolsonaro e costuma compartilhar tuítes do juiz Marcelo Bretas e dos colegas procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon, que integram a Operação Lava Jato.

Et Urbs Magna via RevistaFórum

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.