Papa Francisco manda indireta a Trump sobre conflito com Irã: "Não se obtém a Paz se não se espera por ela" – o pontífice é vítima de complô dos EUA para derrubá-lo com possível apoio de Bolsonaro, que diz que ele é comunista

04/01/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Papa Francisco manda indireta a Trump sobre conflito com Irã: "Não se obtém a Paz se não se espera por ela" – o pontífice é vítima de complô dos EUA para derrubá-lo com possível apoio de Bolsonaro, que diz que ele é comunista

Em comunicado em seu perfil oficial do microblog Twitter na manhã deste sábado (04), Francisco pediu ao Senhor o dom da Paz, em clara evidência de que se trata da mais recente crise EUA x IRÃ


O Papa Francisco publicou mensagem onde transmite a ideia de que não há inimigo que não deseja a paz: “Devemos acreditar que o outro tem a nossa mesma necessidade de paz“, ao contrário das mais recentes declarações de Donald Trump, presidente dos EUA, sobre o que motivou decisão de bombardear área do Iraque.


WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL


Acompanhe as publicações do ET URBS MAGNA no FACEBOOK (CURTA AQUI)

Donald Trump afirmou na tarde desta sexta-feira (3) que a morte do general iraniano Qassem Soleimani foi uma ação necessária para “conter o terror” e que não deseja iniciar uma nova guerra no Oriente Médio.“, de acordo reprodução no G1.

Apesar da declaração, Trump enviou mais 3 mil soldados ao Oriente Médio, conforme noticia a Revista Exame, em decisão tomada diante de possíveis ameaças, após ataque que matou o general iraniano QassimSsoleimani, o segundo homem mais importante do Irã.

Diante das falsas palavras de Trump, sobre interromper uma guerra, o Papa Francisco diz: “Não se obtém a paz se não se espera por ela” e acrescenta: “Peçamos ao Senhor o dom da paz!

No Brasil, Bolsonaro autorizou o Ministério das Relações Exteriores à emitir comunicado de apoio aos EUA, que classificou como “luta contra o flagelo do terrorismo(leia aqui).

Além disso, o alegadamente cristão ardente Bolsonaro não compareceu sequer à canonização da primeira santa brasileira, Irmã Dulce, a “beata dos pobres”, como mostra matéria da Carta Capital, por antipatia com Francisco e sua opção pelos desprovidos de recursos.

Para o presidente do Brasil, bem como para a maioria de seu governo, o Papa Francisco é “comunista” (que Deus tenha piedade dos que usam seu nome em vão), como mostra Reinaldo Azevedo no UOL.

Utilize o espaço que reservamos para você fazer comentários. Role a página para baixo e fale sobre este assunto.
Os comentários não representam a opinião do ET URBS MAGNA. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Anúncios