Oposição quer ver estudo clínico que comprova eficácia da Nitazoxanida

20/10/2020 0 Por Redação Urbs Magna
O deputado Rogério Correia (PT-MG, )Charge de Nando Motta no Brasil 247 e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

Ministério da Ciência afirma que “estudo” comprova o antiparasitário como fármaco com melhor desempenho contra o coronavírus

O deputado Rogério Correia (PT-MG) entrou com um requerimento, o qual foi protocolado na Câmara dos Deputados, para que Marcos Pontes, o ministro da Ciência e Tecnologia, apresente a prova sobre a afirmação da existência de um estudo clínico de que o antiparasitário nitazoxanida, na fase precoce da doença Covid-19, apresentou o melhor desempenho entre os fármacos.

De acordo com a pasta, testes foram feitos com o produto. Só que não se divulgou pesquisa alguma, apenas uma apresentação de um gráfico de um banco de imagens sem dados reais.

O deputado afirmou que “Bolsonaro age com irresponsabilidade e brinca com uma situação gravíssima: a maior pandemia do século. Pela comunidade científica, não há nenhuma comprovação da eficácia do vermífugo no combate à covid“.

O governo diz que o estudo ainda será publicado em uma revista científica.

A coordenadora do estudo em questão, Patrícia Rocco, disse ontem, segunda (19), no Palácio do Planalto, que não poderia dar detalhes porque o material foi “submetido à uma revista internacional e isso faria com que perdêssemos o ineditismo, limitando a publicação. Rocco acrescentou que “no Brasil continuam morrendo em torno de 500 indivíduos por dia“.

A desconfiança agitou a internet e o presidente teve uma hashtag levantada no Twitter, #BolsonaroCharlatao, criada especialmente para o assunto.

Rocco também disse que a pesquisa est[a na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e foi também submetida aos conselhos de ética de cada unidade hospitalar onde o estudo foi feito.

O Ministério da Ciência e Tecnologia afirmou, em comunicado à imprensa, que pesquisas com nitazoxanida tiveram base em um estudo do Laboratório Nacional de Biociências do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, que está vinculada à pasta de Marcos Pontes.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.