Omicron: G7 se reúne nesta segunda-feira para decisões sobre nova variante africana

O presidente americano, Joe Biden, e o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Ao fundo, a fachada da OMS | Sobreposição de imagens | A Organização Mundial da Saúde afirma em comunicado que “está ao lado dos países africanos e pede para que as fronteiras continuem abertas“, além de apelar para que adotem “uma abordagem científica” baseada na “avaliação dos riscos“. “É crucial que os países que são transparentes com os seus dados sejam apoiados“, já que este “é o único meio” de assegurar que “dados importantes” são recebidos “em tempo oportuno”.


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Presidência rotativa do Reino Unido, das 7 maiores economias do planeta, convoca encontro em caráter de urgência

O Reino Unido, uma das 7 maiores economias do planeta e que atualmente se encontra na condição de presidência rotativa do G7, convocou ministros da Saúde de todos os países do grupo para uma reunião emergencial a ser realizada nesta segunda-feira (29/11), em que serão tomadas decisões sobre a nova variante do coronavírus, Omicron, descoberta na África do Sul.

O comunicado de convocação, divulgado pelo Ministério da Saúde e Atenção Social do Reino Unido, endossado por Sajid Javid, diz: “Sob a presidência britânica, foi convocada uma reunião urgente de ministros da Saúde do G7, nessa segunda-feira, 29 de novembro, para abordar a evolução da Omicron“.

Além do Reino Unido, compõem o G7 os EUA, o Canadá, a França, a Alemanha, a Itália e o Japão, mas também tem a União Europeia como convidada especial.

A variante fez com que vários países anunciassem restrições de viagens envolvendo a África. Depois, uma especialista da África do Sul que atendeu infectados com a Omicron, disse que só observou sintomas leves. Apesar disso, cientistas afirmam que ainda é muito cedo para uma conclusão.

A reunião desta segunda-feira pode revelar que pesquisadores tenham encontrado novos informações sobre a variante, até então desconhecidas do público.

Casos da Omicron relatados até agora:

  • 03 – Reino Unido
  • 03 – Alemanha
  • 01 – Itália
  • 02 – Dinamarca
  • 13 – Holanda
  • 01 – Bélgica
  • 01 – República
  • ?? – Hong Kong
  • ?? – Botsuana
  • ?? – Austrália
  • ?? – Israel
  • ?? – Canadá
  • ?? – Austrália
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.