‘O jogo embolou, mas LULA é o favorito’. Bolsonaro encostou, mas ‘nunca houve virada no 2° turno’

‘Lula precisa de menos de 2% do universo que não votou nele para ser eleito, além de manter seus eleitores’ – Leia outras análises de jornalistas

O bolsonarismo é o evidente vencedor do dia e vai com força e ânimo pro segundo turno“, diz o jornalista Alexandre Alliatti. “Mas cabe lembrar que Lula precisa de menos de 2% do universo que não votou nele para ser eleito – além de manter seus eleitores, claro. O jogo embolou, mas Lula é favorito“, garante.

O comentário foi feito no microblog Twitter, após os resultados oficiais do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) relativos às apurações das urnas que receberam votações em candidatos em todo o país para os cargos de Presidente do Brasil, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual.

Na mesma plataforma, o professor e pesquisador Raoni Rajão afirmou que o “resultado de Lula foi dentro da margem de erro das pesquisas”, Contudo, a “surpresa do primeiro turno foi a migração de eleitores de Tebet e Ciro para Bolsonaro na hora “h”. Os 8% adicionais de Bolsonaro vieram com a queda de Tebet e Ciro due deveriam chegar a mais7% e ficaram só com a metade“.

Lula venceu em todo o Nordeste e na maioria dos estados do Norte. Bolsonaro venceu em todo o Sul, Centro-Oeste e na maioria do Sudeste. Com 99,98% das urnas apuradas em todo o País, divulgados oficialmente pelo portal do TSE em tempo real, Lula registrava 48,43%, referente a 57.243.568 votos, enquanto Bolsonaro alcançou 43,20% da preferência nacional, com 51.068.764 votos.

Nunca nenhum candidato a presidente conseguiu 50 mi de votos em PRIMEIRO TURNO“, disse o jornalista Iuri Pitta, também na mesma rede social. “Em 2022, LULA E BOLSONARO conseguiram esse feito simultaneamente. Somam mais de 91% dos votos válidos (polarização ainda maior que 2006). É o tamanho da história acontecendo“, afirmou.

A jornalista Roseann Kennedy respondeu a Pitta dizendo que “também nunca houve virada em segundo turno na corrida presidencial. Vamos ver o que vai ocorrer agora. Mais um mês de cobertura intensa de eleições“.

Pitta prosseguiu: “A abstenção, tão falada nesta campanha, seguiu acima dos 20%. Mas ter mais de 115 milhões de votos válidos (foram quase 108 milhões em 2018) é sinal de engajamento em níveis acima do histórico. É uma eleição sem parâmetro, assim como serão as próximas quatro semanas“, concluiu o jornalista da CNN.

Seguindo a mesma linha de Roseann, o jornalista Ascânio Seleme, do Globo, disse que “com mais dois pontos, Lula ganha o segundo turno“, enquanto “Bolsonaro precisa de sete pontos percentuais“. Já o colunista da Agência Pública, Rubens Valente, disse que “numa conta de padaria (provisória, até aqui), Bolsonaro terá que carrear algo como 70% dos votos de Ciro e Simone. A pressão está sobre Bolsonaro, e a tarefa não é fácil. Nunca houve virada em segundo turno”.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

1 comentário em “‘O jogo embolou, mas LULA é o favorito’. Bolsonaro encostou, mas ‘nunca houve virada no 2° turno’”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.