Nunes Marques envia à PGR pedido do candidato derrotado Jair Bolsonaro para investigar Lula e Gleisi

O ofício pede a instauração de ação penal por supostos crimes praticados contra a honra do candidato derrotado para Lula na eleição presidencial

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Kassio Nunes Marques enviou à PGR (Procuradoria-Geral da República) uma ação apresentada pelo candidato derrotado na eleição presidencial, o ainda presidente Jair Bolsonaro (PL), que por meio de ofício da Polícia Federal e do Ministério da Justiça, pede a instauração de ação penal contra Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por supostos crimes praticados contra a honra do presidente.

Segundo a representação, Lula e Gleisi teriam utilizado de seus comícios e propaganda eleitoral oficial, como oportunidade para imputar a Bolsonaro fatos ofensivos à sua reputação, além de terem supostamente difamado o presidente.

Na notícia-crime, foi apresentado um vídeo de um comício realizado em outubro de 2022 no Complexo do Alemão, no qual o Lula teria atribuído Bolsonaro a responsabilidade pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e por associação a milicianos.

A representação também afirma que Gleisi teria publicado, no dia 10 de setembro de 2022, em uma de suas redes sociais, que Bolsonaro seria o mandante do assassinato de Benedito Cardoso dos Santos, morto por colega de trabalho com 15 facadas.

Comente

1 comentário em “Nunes Marques envia à PGR pedido do candidato derrotado Jair Bolsonaro para investigar Lula e Gleisi”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.