Moro tuíta foto de ex-combatente e neta responde referindo-se ao ministro como JUIZECO e imagem do avô segurando cartaz “HADDAD 13”

12/01/2020 1 Por Redação Urbs Magna


Publicado por ET URBS MAGNA

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, postou uma foto do coronel Alexandrino, militar brasileiro que lutou na Segunda Guerra Mundial e é considerado um herói pela sua atuação, com elogios ao ex-combatente e aos outros integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB). A neta do coronel respondeu a postagem afirmando que o militar “abominava” o ex-juiz.

De acordo com matéria publicada no site Brasil 247, a neta do herói de guerra, renata gomes@renatagames, respondeu à publicação do Ministro da Justiça no seguinte tom:

Eu, neta do Cel. Alexandrino, o FEBiano da foto, herói da WWII, posto a seguinte informação, da eleição do ano passado: Meu avô, anti-fascista, defensor da Constituição e democrata, ABOMINAVA você, sua afronta ao estado democrático de direito e seu governo, que, entre outros, destroi a cultura e a produção audiovisual. Quem envergonha a FEB – e o Brasil – são vocês!

Contudo, não encontramos o tuíte em resposta a Sergio Moro, mencionado na publicação do Portal. Possivelmente foi deletado por Renata. Mas em uma de suas outras respostas, ela se refere ao algoz de Lula como ‘juizeco‘ que “ajuda a construir um Estado Fascista” acrescentando que desaprova o uso da imagem do avô por mídia alguma, sob o argumento de que “isso só atrairá mais ódio dessa direita incapaz de respeitar até herói de guerra.”

Quem respondeu ao juizeco fui *EU*, pq não admito que use a imagem do meu avô, enquanto ajuda a construir um Estado fascista. Mas também NÃO aprovo o uso de sua imagem pela @revistaforum e outras. Isso só atrairá mais ódio dessa direita incapaz de respeitar até herói de guerra.”

Em outro tuíte, Renata Gomes pede respeito ao avô:

Eu e minha família fizemos uma homenagem à retidão de caráter do vovô, mantida com coerência até o fim de sua vida. Ele quis tirar a foto e achou engraçada a “viralização” nas eleições. Mas nós NÃO queremos que isso se torne mais uma batalha de ódio. Por favor, RESPEITEM MEU AVÔ!

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL