Moro, o ‘herói’, denunciará o ‘Clã’ e a ‘fakeada’ ao se separar de Bolsonaro, o ‘honesto’?

02/02/2020 1 Por Dino Barsa
Compartilhe


Publicado por ET URBS MAGNA

Recentemente, Elio Gaspari lançou a questão sobre o que aconteceria se Sergio Moro e Jair Bolsonaro se separassem

“Muito se tem questionado sobre o motivo que prende Moro ao Bolsonaro ou o que aconteceria se ambos se separassem.

A mais provável das respostas seria “nada”.

Nada aconteceria se, de repente, Moro se separasse do Bolsonaro.

Nada” é muito vago.

Mas se “nada” acontecesse a ambos, Bolsonaro já teria dispensado o “pouco glamourizado” Ministro da Justiça.

Surgem algumas hipóteses.

  1. É visível que desde a eleição vitoriosa de Bolsonaro, o mesmo se encontra em campanha rumo à reeleição.
    Também vimos que Sergio Moro pode mesmo intencionar a disputa presidencial de 2022, o que seria uma traição ao seu “padrinho ministerial”.
    Isso colocaria em xeque-mate os eleitores moro-bolsonaristas, já que eles teriam que escolher entre o “honesto” e o “herói”.
    A dupla H-H sofreria rupturas no pleito e pode levar ambos à derrota. O que não é intenção de nenhuma das partes.

  2. Moro denunciaria os filhos do presidente, bem como evidenciaria a fakeada, pois ele também tem influência sobre a Polícia Federal.
    Qualquer “puxada de tapete” nele, agora, poderá favorecer uma investigação mais “midiática” sobre o assassinato de Marielle; os investimentos atrelados aos “paraísos fiscais” de Flavio Bolsonaro ou ainda, a possibilidade de trazer as verdades sobre a facada sofrida pelo presidente quando ele ainda era candidato, nas eleições de 2018.

  3. A influência de Sergio Moro sobre a PF pode melar a candidatura de ambos.
    Talvez seja esse o motivo da Rede Globo querer desvincular a tríade Moro-milícias-Bolsonaro.

Ainda que sejam teorias, o ditado “onde tem urubu, tem carniça” não pode ser desprezado.



Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Compartilhe