Moro depõe contra o presidente Bolsonaro com dossiê de 15 meses de mensagens

02/05/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Et Urbs Magna – Hoje é dia do esperado depoimento de Sergio Moro à Polícia Federal em sua Superintendência de Curitiba – onde Lula ficou preso por 580 dias. O ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública preparou quinze meses de conversas trocadas entre ele o presidente Jair Bolsonaro: as provas mencionadas sobre a discordância de ambos sobre o comando da corporação, dentre outras que não são conhecidas do público.

Sergio Moro, ex-Ministro da Justiça / Jair Bolsonaro, presidente do Brasil

Junte-se a 37.104 outros assinantes

De acordo com jornalistas do Globo e Revista Época, o histórico de seu WhatsApp contém áudios, conversas, links e imagens trocadas com o presidente e o acervo será entregue à PF, como Moro disse antes, voluntariamente.

O ex-juiz será ouvido no fim da manhã deste sábado por dois delegados do Serviço de Inquéritos Especiais (Sinq), responsável por investigar pessoas com foro privilegiado, com a participação de três procuradores designados por Augusto Aras (procurador-geral da República). São eles: João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita.

As informações são de Bela Megale e Guilherme Amado, O Globo e Época respectivamente.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe