Mofo e bolor podem afetar seu cérebro

06/11/2016 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Médicos não sabem diagnosticar sintomas de doenças do mofo

O envenenamento  do corpo causado pelo mofo ou bolor confunde os diagnósticos da maioria dos médicos. E este problema é mais comum em grávidas, bebês e idosos, agravando casos de asma ou mesmo causando infecções graves.
São muitos os tipos de fungos que crescem em filamentos e se reproduzem através da formação de minúsculos esporos que brotam e voam, invisíveis aos nossos olhos. É um problema tão perigoso que pode até afetar o sistema nervoso central.
Atenção para todos os sintomas:
Irritação na garganta e/ou na pele, Problemas respiratórios, Rinite, Sinusite crônica, Hemorragias pulmonares, Insuficiências do sistema imunológico, Fadigas, Dores de cabeça/Vertigem, Variações de humor, Câncer, Memória/Confusão mental/Foco, Cãibras/Dores nas articulações e corpo, Dormência/Formigamento, Sensibilidade à luz/Olhos vermelhos/Visão turva, Rinite/sinusite/tosse/asma, Tremores, Náuseas e diarreia, Alterações do apetite, Gosto de metal na boca, Ganho de peso, Sudorese noturna, Sede, Muita urina.
Removedor de mofo simples:
100 ml de lixivia em 1 litro de agua. Deixar agir no local esfregado por 5 minutos antes da limpeza definitiva. Produtos dos supermercados são ideiais para remoção do mofo em tetos e paredes devendo serem usados após o removedor de mofo simples.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe