Mensagem indireta do Papa a Sergio Moro impressiona Glenn: “Espero que defensores ouçam e compreendam”

Impressionado com a mensagem do Papa Francisco divulgada em vídeo nesta quinta-feira (4), o jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept, disse que espera que defensores do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, “ouçam e compreendam”.

No vídeo, divulgado menos de um mês depois das denúncias da Vaza Jato, Francisco aponta a importância da independência dos juízes, que devem ser “isentos de favoritismos e das pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar”

“Eu mal posso acreditar no que estou vendo. Muito bem falado e muito bem feito. Obrigado, @Pontifex_pt. Espero que os defensores do @SF_Moro que ainda restam ouçam e compreendam. É exatamente disso que trata o jornalismo que fazemos na #VazaJato”, tuitou.

No vídeo, o papa aponta a importância da independência dos juízes. Francisco diz que juízes devem ser “isentos de favoritismos e das pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar”.

A mensagem do líder católico foi divulgada menos de um mês após o The Intercept apresentar vazamento de mensagens entre o então juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador federal Deltan Dallagnol combinando ações sobre o processo que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Coincidência ou não, no vídeo do Papa aparece a encenação de uma audiência em que as partes mostram diferentes imóveis: de um lado um prédio em um resort; do outro, uma casa simples.

Assista:

via Revista Fórum

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.