Maia é chamado de ‘ladrão’ por bolsonaristas em resort na Bahia e durante hostilidade faz ‘L’ de Lula (vídeo)

Ao lado da esposa Vanessa Canado, o parlamentar recebeu de hóspedes extremistas de um resort na Bahia repúdio por ser declarado eleitor de Lula, da democracia e da paz

O deputado federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PSDB-RJ), foi hostilizado por bolsonaristas em um resort na Praia do Forte, no litoral da Bahia, na manhã de domingo (20/11) ao lado de sua mulher, a advogada Vanessa Canado, que sofreu palavras duras de repúdio de uma mulher que aparece no vídeo postado abaixo.

Um grupo de cerca de dez a 15 pessoas assediaram Maia e Vanessa quando eles tentavam passar pelo espaço do Tivoli Ecoresort, conforme relata o jornal O Globo. Enquanto era xingado, o parlamentar reagiu fazendo ‘L’ de Lula, sabendo que o gesto desagradaria os seguidores do primeiro presidente da República derrotado em uma tentativa de reeleição.

O deputado federal reeleito em São Paulo, o secretário-geral do Partido dos Trabalhadores, Paulo Teixeira, tuitou mensagem de repúdio à “violência de extrema direita estimulada pelo atual presidente da república, que aliás, há 20 dias não comparece ao trabalho“, afirmou na mensagem.

O vídeo viralizaou nas redes sociais. Uma mulher pergunta à esposa de Maia: “É gostoso? Tudo o que você roubou da gente, é gostoso? Atrasou o País“. O parlamentar diz calmamente: “Para com isso“. A mulher reage: “Para com isso o que? Você põe a cabeça no travesseiro?“. Vanessa tenta acalmar a agressora e ouve: “Tira a mão de mim. Não põe a mão em mim“, como se ela tivesse o direito ofender, mas não de ser reprimida.

O casal evitou responder às provocações, mas em um momento é possível ver Vanessa perdendo a paciência enquanto saía do local, quando se virou para trás e deu um tapa em alguém ou algo que a câmera não capturou.

Os ataques só cessaram quando seguranças do hotel se aproximaram. Assista a seguir:

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.