Lula será diplomado uma semana antes do prazo previsto por Alexandre de Moraes, em 12 de dezembro

Depois desse dia, o futuro Presidente “terá mais tranquilidade para anunciar os nomes do governo”, disse o líder do MDB na Câmara, deputado Isnaldo Bulhões

Lula “falou que dia 12 será a diplomação dele. (…) Portanto, terá mais tranquilidade depois desse dia para anunciar os nomes do governo”, disse o líder do MDB na Câmara, deputado Isnaldo Bulhões (AL), que havia acabado de participar de uma reunião com lideranças do partido, nesta segunda-feira (28/11), no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), o QG da Transição, informa O Globo.

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), anunciou no início de novembro que Lula e o vice, Geraldo Alckmin, seriam diplomados até 19 de dezembro.

As eleições acabaram. O segundo turno acabou democraticamente no último domingo [(30/10)], e o TSE proclamou os vencedores, que serão diplomados até 19 de dezembro e tomarão posse em 1º de janeiro de 2023“, disse Moraes na ocasião.

O texto lembra que em 2018, o então presidente eleito, Jair Bolsonaro, e seu vice, general Hamilton Mourão, foram diplomados no dia 10 de dezembro, mas em 2014, Dilma Rousseff e Michel Temer foram diplomados em 18 de dezembro.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.