LULA ESTÁ FORA DAS ELEIÇÕES PARA BARROSO, QUE VOTA POR SUA IMPUGNAÇÃO PODENDO SER LIBERTADO

31/08/2018 1 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

APÓS ESCRACHAR ONU MINIMIZANDO A LIMINAR DO PRÓPRIO COMITÊ DE DIREITOS HUMANOS, BARROSO VOTA PELO VETO À CANDIDATURA DE LULA

O Relator do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vetou a candidatura do ex-presidente Lula nas eleições de 2018. Após longa avaliação, Luís Roberto Barroso votou pela impugnação da candidatura do ex-presidente


O recinto virou um Tribunal de Exceção para cassar a candidatura de Lula. O Ministro Barroso sugeriu um prazo de 10 dias para a troca do candidato à presidência proibindo veiculação de campanha no rádio e na TV até a substituição.

Após votação da decisão no TSE, ditada em longa explanação de Luís Roberto Barroso, o ministro Edson Fachin expôs uma fala contrária à do relator do Tribunal (veja mais abaixo)

Luís Roberto Barroso tirou o corpo (do TSE) fora, tentando se esquivar do golpe de 2016, subjetivamente, em se tratando da legalidade do processo de condenação de Lula que culminou com a inelegibilidade do ex-presidente, ou seja, segundo o relator ficou implícito que o mérito de julgar a metodologia para a condenação, justa ou injusta, pelo Juiz Federal Sergio Moro e pelo TRF-4, não cabe ao Tribunal Superior Eleitoral.

Em Suma, Barroso deu legitimidade ao golpe iniciado em 2016 e seguiu à risca um script pré-composto segundo os interesses dos poderosos da Globo.

Inacreditavelmente, no meio da votação, entretanto, Luís Roberto Barroso deixou a clara sugestão para que a defesa de Lula entre com um pedido de liberdade de Lula, haja vista que sua prisão não é mais necessária. (O Et Urbs Magna capturará, em breve, o trecho desta fala para os leitores).

Conforme o entendimento do ministro relator do TSE, o ex-presidente também deverá ter o nome retirado da urna.

Luís Roberto Barroso peca notavelmente ao pronunciar que “Além do fato de a condenação ser notória, a prova é farta, e foram juntadas numerosas certidões demonstrando a condenação por órgão colegiado”, disse enfatizando seu apoio às condenações em primeira e segunda instância.

EDSON FACHIN SUGERE QUE LULA ENTRE COM RECURSO E VOTA POR MANTER SUA FOTO NAS URNAS

Gritantemente, o discurso de Fachin só se deu na Sessão do TSE após o ministro Barroso votar pelo veto da candidatura de Lula. A fala de Edson Fachin contrastou com a fala de Barroso, o que deixou este último com ar de vilão.

ASSISTA:


LOGO FOOTER ET URBS MAGNA

NAS REDES SOCIAIS


whatsapp  Receba nossas atualizações no WhatsApp
YouTube-icon-our_icon
Subscreva Et Urbs Magna no Youtube
facebook pages  Curta Et Urbs Magna no Facebook
facebook groups  Grupo no Facebook PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO
twitter icon  Et Urbs Magna no Twitter


 

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe