Juiz do recurso de Lula: “Lava Jato puxou uma pena e veio um galinheiro inteiro”

🅿🅾R: UrbsMagna Brasil Ur🅱sM🅰gn🅰

RELATOR do TRF4 que JULGARÁ LULA fez DISCURSO em BUENOS AIRES (defendendo?) a prática da CONDENAÇÃO SEM PROVAS

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator da Lava-Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), esteve  ontem na abertura da Conferência Latino-Americana de Periodismo Investigativo, na Universidade de Palermo, em Buenos Aires.

A Lava-Jato só progrediu graças à “mudança de paradigmas processuais”, disse o juiz especificamente referindo-se às prisões preventivas para os suspeitos de corrupção, bem como ao “fim da ingenuidade”.

Antes, precisava de uma prova material de que alguém recebeu dinheiro. Essa prova não existe. Ninguém passa recibo”, disse.

Gebran é um dos responsáveis por julgar os recursos referentes à sentença de nove anos e meio de prisão aplicada a Lula por Sérgio Moro, o que vai decidir se Lula pode ou não concorrer à Presidência em 2018.

O desembargador concluiu a palestra com uma frase de efeito:

“Diziam que a Lava-Jato puxou uma pena e veio uma galinha. Eu diria que puxamos uma pena e veio o galinheiro inteiro.”

Comente

1 comentário em “Juiz do recurso de Lula: “Lava Jato puxou uma pena e veio um galinheiro inteiro””

  1. Pingback: Juiz do recurso de Lula: “Lava Jato puxou uma pena e veio um galinheiro inteiro” – Setor Pedro Ludovico

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.