Jô Soares disse que “só Bolsonaro” não deveria visitá-lo no hospital

Médico perguntou, na internação do humorista, se havia alguém que ele não queria receber

De acordo com Juca Kfouri, no UOL, “Flávia Pedras Soares, a companheira inseparável de Jô Soares, contou”, na tarde desta sexta-feira (5/7), “no velório, que ao entrar no hospital, já muito fraco, um médico perguntou a ele se havia alguma visita que não queria receber“.

O jornalista disse que “a resposta veio imediata, acompanhada de um sorriso: “Só o Bolsonaro””.

O corpo do apresentador e humorista foi cremado, na manhã deste sábado (6/8), na cidade de Mauá, na Grande São Paulo. 

Jô morreu aos 84 anos, na madrugada de sexta-feira (5/7), no hospital Sirio-Libanês, na capital paulista.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.