Intercept: Galpão nos fundos de Pet Shop receberá milhões do RS para testar covid-19 e médicos falam em colapso

15/04/2020 1 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Loja de produtos agropecuários, com pet shop, bebidas, botijões de gás e um galpão nos fundos que servirá como laboratório, é contratada em Pelotas, no Rio Grande do Sul, para fazer exames de covid-19, sem experiência alguma, e desespera comunidade médica local. Os especialistas temem erros e descontrole da linha do vírus, conforme publicou a mídia investigativa de co-fundação de Glenn Greenwald, o The Intercept Brasil, na última quinta-feira (9).

Fachada da Agropecuária divulgada no The Intercept Brasil

Junte-se a 37.098 outros assinantes

Pelotas, sob o governo de Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite (PSDB) e a prefeitura de Paula Mascarenhas (PSDB), anunciou a escolha da agropecuária, sem licitação, através da secretária de Saúde do estado, Arita Bergmann, que justificou qualificando a empresa, que só incluiu o serviço “laboratórios clínicos” entre a descrição de suas atividades na Receita Federal em 6 de abril (três dias depois da assinatura do contrato), como “um laboratório de excelência” com diferencial de “ter os reagentes necessários para os exames”.

Segundo o TIB, o acordo, que “prevê seis meses de serviços e pode render até R$ 8 milhões aos proprietários do pet-laboratório“, teve publicação no Diário Oficial do Estado sem informar se as análises serão realizadas por meio de testes rápidos e baratos (que têm 75% de chance de erro) ou via testes tipo RT-PCR (muito mais precisos). Isso deixou a comunidade médica local alarmada ante a alta possibilidade de erros e a incorrência de “grave risco sanitário epidemiológico“. “Vamos colapsar o sistema de Saúde”, disse um funcionário da Secretaria.

Os erros já se iniciaram provando que o local não será capaz de realizar os testes. Leia todos os detalhes na excelente matéria endossada por Paula Bianchi e Hyury Potter no The Intercept Brasil.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe