Insistem em comemorar o Golpe de 64, a que chamam de Revolução Democrática

28/03/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Generais contrariam MPF e fazem convite para comemorações do golpe de 64 – Luiz Eduardo Ramos Pereira, comandante do Sudeste, e Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, do Norte, encaminharam convites para celebrar a data, que decretou a ditadura militar no Brasil

As Forças Armadas decidiram desafiar o Ministério Público Federal (MPF), que recomendou que não fosse seguida a orientação de Jair Bolsonaro, no sentido de que o golpe de 1964 seja comemorado no dia 31 de março.

Dois comandos do Exército estão medindo forças com o MPF. Os generais Luiz Eduardo Ramos Pereira, comandante Militar do Sudeste, e Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, comandante Militar do Norte, encaminharam, na tarde desta quarta-feira (27), convites para celebrar a data, que decretou a ditadura militar no Brasil.

Ambos, em seus respectivos convites, chamam o golpe de “Revolução Democrática”.

Repúdio
A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, ligada ao MPF, divulgou, nesta terça (26), uma nota contrária à recomendação feita pelo presidente.

Os procuradores Deborah Duprat, Domingos Sávio Dresch da Silveira, Marlon Weichert e Eugênia Augusta Gonzaga, que assinam o documento, tornam público sua indignação em relação ao fato.

“Não bastasse a derrubada inconstitucional, violenta e antidemocrática de um governo, o golpe de Estado de 1964 deu origem a um regime de restrição a direitos fundamentais e de repressão violenta e sistemática à dissidência política, a movimentos sociais e a diversos segmentos, tais como povos indígenas e camponeses”, diz um dos trechos do documento.

Dino Barsa para o Et Urbs Magna via Revista Fórum

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

FAÇA UMA DOAÇÃO AO ET URBS MAGNA CLIQUE AQUI

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.