Impeachment de Bolsonaro tem possibilidade real por conta do vídeo obsceno postado no Twitter – hashtag #goldenshowerpresident explode no trend topics

06/03/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Vídeo de Bolsonaro pode gerar pedido de impeachment, dizem juristas – Presidente usou seu Twitter para compartilhar conteúdo obsceno. Internautas chegaram a sugerir o impeachment do chefe do Executivo.

O vídeo obsceno de Carnaval divulgado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), causou polêmica nas redes sociais. A atitude foi alvo de críticas e muitos internautas chegaram a sugerir o impeachment do chefe do Executivo, termo que liderou os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta quarta-feira (6/3).

Especialistas em direito constitucional explicam quais são as consequências da publicação e dizem se, de fato, Bolsonaro pode responder judicialmente pelo conteúdo compartilhado, já que apresenta cenas de nudez.

Para Cristiano Otávio Paixão Araújo, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB), a publicação de conteúdo obsceno nas redes sociais de Bolsonaro é “um ato ilícito, que não se espera de um presidente da República”. O jurista afirma ainda que a exposição, tal como foi feita, é muito grave.


“Eu acredito que é uma violação dos direitos da criança e do adolescente, pois a internet permite o acesso de qualquer pessoa às redes sociais”, disse o especialista. Ele pontuou ainda que o cargo que Bolsonaro ocupa é um agravante para a situação e a atitude pode sim ser classificada como quebra de decoro. “Qualquer cidadão pode apresentar um pedido de impeachment”, afirmou.

Para Marco Aurélio Marrafon, professor de direito e pensamento político da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o compartilhamento de conteúdo impróprio pelo presidente da República implica em falta de postura.

O presidente da República deve se comportar e se preocupar com os problemas da nação, e não em espalhar episódios isolados em suas redes sociais”, disse Marrafon.

Ele citou o artigo 85 da Constituição e a Lei nº 1079/50, que versa sobre o impeachment, para destacar que na legislação está previsto o pedido de impeachment por “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”. “O julgamento aí é aberto e político, não devendo ter maiores consequências”, ponderou.

O assessor especial da Presidência da República e professor de política internacional Felipe Martins usou seu perfil no Twitter para defender Bolsonaro. Ele comparou a postura do presidente à de Theodore Roosevelt (presidente dos Estados Unidos entre 1901 e 1909).

Para ele, estar na Presidência trata-se de “uma posição pública que permite falar com clareza e com força sobre qualquer problema”. “Foi o que o presidente fez ao expor o estado de degeneração que tomou nossas ruas nos últimos dias”, disse o assessor.

Entenda
Bolsonaro usou sua conta no Twitter, nessa terça-feira (5/3), para criticar o Carnaval de rua. E utilizou um vídeo obsceno, que disse ser de um bloco carnavalesco. O chefe do Executivo afirmou que é preciso “expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades”. Assim que foi publicada, a postagem polemizou.

Na manhã desta quarta-feira (6), o conteúdo da postagem foi restringido para alguns usuários da plataforma. O vídeo bateu mais de 2 milhões de visualizações e mais de 7 mil compartilhamentos em 18 horas de veiculação.

Para piorar a situação, ainda nesta quarta, Bolsonaro voltou a usar o seu perfil no Twitter e criou uma nova polêmica: “O que é golden shower?“, questionou. O termo, que pode ser traduzido para o português como “banho dourado”, faz referência a uma prática sexual na qual um parceiro ou parceira urina no outro. A hashtag #goldenshowerpresident é um dos assuntos mais comentados do Twitter Brasil no momento.

Dino Barsa para o Et Urbs Magna via Metrópoles

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00


Comente