Foto de Silas Malafaia na Maçonaria viraliza após vídeo de Bolsonaro

Cabo Daciolo diz que pastor amigo do presidente, e também o deputado Marco Feliciano, pertencem à “fraterninade” de “respeito à liberdade”

Após um vídeo de 2017 nas redes sociais mostrar o então deputado federal Jair Bolsonaro em palestra na maçonaria, uma foto do pastor Silas Malafaia, amigo íntimo do presidente, também viralizou nas mídias. Ele aparece posando para uma foto dentro de uma “loja” da ordem que prega a “fraternidade” e o “respeito à liberdade”.

Bolsonaro foi alvo de críticas entre evangélicos e católicos bolsonaristas, que entraram em parafuso, durante toda a terça-feira (4/10). O chefe do Executivo também teria participado do segundo Encontro de Lideranças Empresariais Maçônicas, disse a coluna Radar, da Veja, na semana passada.

A organização que se denomina “fraterna” traz como divisa “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”, lema que tornou-se popular com a Revolução Francesa e depois que Robespierre propôs em 1790 que ela fosse escrita nos uniformes da Guarda Nacional e em todas as bandeiras.

A maçonaria também traz princípios como a “tolerancia”, o “respeito mútuo” e a “liberdade absoluta de consciência”, mas é vetada para católicos e não é bem vista entre os evangélicos.

Veja a foto de Malafaia a seguir e a menção de seu nome e de Marco Feliciano por Cabo Daciolo, que envolveu a ambos na maçonaria:

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.