Vídeo de Bia Kicis sobre retenção de passaporte de Lula é de 2018. Projeto Comprova classifica comofake news a divulgação da deputada bolsonarista

Folha defende LULA e desmente fake news de Bia Kicis

Vídeo de Bia Kicis sobre retenção de passaporte de Lula é de 2018. Projeto Comprova, coalizão que reúne 33 veículos na checagem de conteúdos sobre ​coronavírus, políticas públicas e eleições, investigou a postagem divulgada pela deputada e, em verificação feita por Folha, GZH, Correio de Carajás, Estadão, A Gazeta e Piauí, classificou como “enganoso” todo o conteúdo: FAKE NEWS | Imagem reprodução / PROJETO COMPROVA


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Projeto Comprova mostra que a deputada tenta enganar a opinião pública propositalmente com um vídeo que foi ao ar originalmente em 2018. A partir dele, Kicis comemora a retenção do passaporte do ex-presidente com clara intenção de sujar seu nome

O jornal Folha de São Paulo saiu em defesa do ex-presidente LULA contra uma fake news da deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF), que está usando, propositalmente, com a intenção clara de sujar seu nome, um vídeo com a informação enganosa de que o presidente de honra do PT esteja impedido de realizar viagens internacionais atualmente.

Em publicação feita no final da noite desta quarta-feira (10/11), a mídia explica que a “investigação desse conteúdo foi feita”, no âmbito do Projeto Comprova, “por O Povo, Correio, O Popular e Poder360 e publicada na quarta-feira (10) pela coalizão que reúne 33 veículos na checagem de conteúdos sobre ​coronavírus, políticas públicas e eleições”. O jornal acrescenta que “foi verificada por Folha, GZH, Correio de Carajás, Estadão, A Gazeta e Piauí“.

De acordo com o conteúdo da matéria, que não recebe o endosso de nenhum jornalista, LULA teve, de fato, seu passaporte retido, mas a partir de uma decisão judicial que o impediu de ir à Etiópia, cuja data é de 25 de janeiro de 2018, assim como o vídeo publicado por Kicis.

“Apesar de o vídeo de Kicis ser antigo, um perfil o compartilhou recentemente, dando a entender se tratar de uma decisão atual”, diz a Folha.

Lula está de paletó e camiseta escuros e fala ao microfone. Ao fundo, imagem colorida (lixo reciclado, mas está desfocado)
O ex-presidente Lula em evento no Distrito Federal – Pedro Ladeira – 7.out.2021/Folhapress

O vídeo também foi compartilhado pelo perfil Selma Gonçalves no grupo Bolsonaro 2022 no Facebook, em 8 de novembro. No mesmo dia, a postagem atingiu 1,2 mil curtidas e 468 compartilhamentos.

No dia 10 de novembro, a reportagem verificou que o post não estava mais disponível. Nestes casos, o Facebook informa que o responsável compartilhou o conteúdo com um pequeno grupo de pessoas, alterou quem pode vê-lo ou foi excluído.

O Comprova tentou contato com o perfil Selma Gonçalves, assim como o de Bia Kicis, mas em nenhum dos casos houve retorno.

Atualmente, não há restrições a viagens do ex-presidente. Ele inicia neste dia 11 uma agenda de reuniões com líderes políticos de esquerda na Europa, nos países Alemanha, Bélgica, França e Espanha.

Em 16 de novembro, o petista participará, na França, de conferência sobre o Brasil no Sciences Po (Instituto de Estudos Políticos de Paris). A conferência, feita por um dos centros de pesquisas mais respeitados no mundo, é realizada 10 anos depois de Lula ter sido o primeiro líder latino-americano a receber o título de Doutor Honoris Causa do instituto.

Nesse mesmo dia, Lula encontrará a prefeita de Paris, Anne Hidalgo. No dia seguinte, Lula recebe o prêmio Coragem Política 2021, concedido pela Politique Internationale por sua gestão na Presidência da República.

Na Espanha, nos dias 18 e 19 de novembro, o ex-presidente participará também de uma conferência e reunião com políticos do PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol) e do Podemos.

A agenda de Lula também consta uma palestra em Bruxelas, que não foi divulgada.

Um convite para a imprensa, feito através do perfil oficial no Twitter do S&D Group (Grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu), afirma que “em 15 de novembro, sediaremos uma reunião híbrida de alto nível em Bruxelas, que reunirá líderes da Europa e da América Latina para discutir como sair mais forte da pandemia. LULA estará entre os principais palestrantes“.

A bio do S&D Group, na plataforma, descreve que a entidade “trabalha pela justiça social, sustentabilidade e igualdade para todos“.

Veja abaixo e leia mais a seguir:

Ao fim da matéria na Folha, o jornal explica, sobre a intenção do Projeto Comprova, que “Lula é pré-candidato à presidência da República” e que “a propagação de conteúdos enganosos relacionados a nomes que pretendem disputar a eleição prejudica a democracia“.

Os eleitores são livres para decidir em quem irão votar, mas decisões não devem ser tomadas com base em desinformação“, pontua.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.