Felipe Neto aproveita notícia de falência de Malafaia para contar história de processo criminal


“A justiça humana pode falhar, amigos. Mas a justiça do caráter, essa mtas vezes resolve”, tuitou Felipe Neto na madrugada desta segunda-feira (5)


O Youtuber Felipe Neto aproveitou o anúncio feito por Silas Malafaia de que sua empresa, a Central Gospel, estaria entrando em recuperação judicial para contar a história do processo que o pastor move contra ele desde 2017.


“A justiça humana pode falhar, amigos. Mas a justiça do caráter, essa mtas vezes resolve”, tuitou Felipe Neto na madrugada desta segunda-feira (5), após comentar a ação, em que o pastor pede a prisão do youtuber por difamação e injúria.

O processo foi movido após Felipe Neto rebater a promoção de um boicote à Disney, promovido por Malafaia por causa de um beijo gay no desenho Star vs. As Forças do Mal. O youtuber fez um vídeo de resposta chamando o pastor de “canastrão” e afirmando que ele “explora a fé das pessoas para enriquecer”.

Neto ainda propôs fazer publicidade gratuita para qualquer empresa que boicotasse Malafaia.

“O processo segue correndo. Ele busca minha condenação com sentença de prisão, simplesmente por eu ter feito meu papel de ser humano e defendido outros seres humanos. E eu posso vir a ser condenado, podem mover mundos para me calar, mas nunca irei deixar de lutar”, tuitou o youtuber na madrugada desta segunda-feira (5).

Acompanhe a sequência:

Silas Malafaia está me processando criminalmente, buscando minha condenação à prisão, simplesmente por eu ter acabado com seu esquema de boicotes à empresas q apoiam causas LGBT.

Meu vídeo continua no ar, minha luta contra o processo será até o fim…

Continua na thread. pic.twitter.com/R8YmEpfQD1

— Felipe Neto (@felipeneto) August 5, 2019

via Felipe Neto / Revista Fórum



Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.