Fábrica de munição pede R$ 100 milhões ao BB para garantir decreto de posse de armas de Bolsonaro

17/05/2019 1 Por Redação Urbs Magna

CBC, líder em munições, quer R$ 100 mi de financiamento do Banco do Brasil – Na esteira da flexibilização no porte de armas, empresa se prepara para pedir recurso

Na esteira do decreto de Jair Bolsonaro que flexibiliza as regras do porte de armas, a CBC (Companhia Brasileira de Cartuchos), uma das maiores fabricantes de munição do mundo, se movimenta em busca de recursos.

A empresa, alvo de críticas dos filhos do presidente devido à sua posição monopolista, está prestes a fechar um pedido de financiamento de até R$ 100 milhões com o Banco do Brasil. A assembleia de acionistas que discutirá o tema está marcada para o dia 24.

via Folha de São Paulo

Comente