Escritor carioca resgata luta de Lorca e Neruda contra o fascismo (uma advertência). Lançamento oficial terá presenças de Lindbergh Farias e Wadih Damous

02/02/2020 1 Por Redação Urbs Magna


Publicado por ET URBS MAGNA

‘Dois poetas rojos: Neruda e Lorca’

O título acima refere-se à obra do escritor, filósofo e professor carioca Roberto Ponciano sobre dois dos maiores poetas da língia hispânica: Pablo Neruda e Frederico García Lorca.

Ambos lutaram ardorosamente contra o fascismo e, tragicamente, morreram por ele. Lorca foi vitimado por uma campanha de assassinatos em massa que visava a eliminação de apoiadores da Frente Popular Marxista. Neruda, de acordo com seu assistente, foi morto em uma clínica por meio de uma injeção letal 11 dias após o golpe militar de 11 de setembro no Chile.

A leitura de ‘Dois poetas rojos: Neruda e Lorca‘ remete o leitor aos tempos sombrios, das ideias nazi-fascistas, em que viveram os dois poetas e que hoje estão sendo perigosamente resgatadas pelo bolsonarismo, influenciando negativamente nossa Educação, Arte e Cultura.

“Urge ler, reler e debater a obra Lorca, expressão de um dos momentos mais gloriosos da literatura hispânica – a geração de 27 – e de Neruda, Prêmio Nobel de Literatura em 1971. Esse novo livro  é o resultado, mais que oportuno, do meu mestrado em Letras Neolatinas, concluído em 2015, na UFRJ, quando me dediquei à pesquisa sobre a confluência entre os dois poetas”, diz Roberto Ponciano.

A última obra lançada por Ponciano intitula-se ‘Marxismo e Filosofia Contemporânea’ (2016).

‘Dois poetas rojos: Neruda e Lorca’, de Roberto Ponciano, já está disponível na Editora Martins Fontes (adquira aqui) por apenas R$ 39 reais e logo estará nas livrarias Travessa, Saraiva, Cultura e na Amazon.


‘Dois poetas rojos: Neruda e Lorca’ terá lançamento oficial na Lapa, em 15 de março de 2020, com presenças de Lindbergh Farias e Wadih Damous

No dia 15 de março será realizado o ‘Samba pela Democracia‘, no Baródromo (Lapa), ocasião do lançamento oficial de Dois poetas rojos: Neruda e Lorca’ com toda a cultura, resistência e militância que a obra merece.


O Samba pela Democracia visa festejar a democracia e dizer não ao avanço do fascismo. O evento é aberto a todos os democratas antifascistas, onde ocorrerá a venda do livro e tarde de autógrafos.

Serão realizados shows de Dorina e conjunto Zambelê, com couvert artístico a R$ 10 reais, e a casa servirá uma feijoada (paga à parte) e diversas outras opções.
Quem comprou o livro na pré-venda, receberá, in loco, no dia. 

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.