Equipe de BOLSONARO vai ACABAR com o ABONO SALARIAL – Essa é pra você, POBRE de DIREITA; MENTECAPTO

04/11/2018 2 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Fim do abono salarial nos planos de Paulo Guedes

O futuro ministro da Fazenda de Bolsonaro, Paulo Guedes, já disse que pretende manter membros da equipe econômica de Michel Temer, sinalizando que a proposta é manter e ampliar a política de cortes de investimentos, principalmente dos programas sociais.

Receba nossas atualizações gratuitamente direto no seu WhatsApp
Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem
     whatsapp


A afinidade com a equipe de Temer é tanta que já defendem diretrizes para o governo Bolsonaro. Uma das medidas que a equipe de Temer propõe é restringir ou até acabar com o chamado abono salarial, benefício concedido aos mais pobres que ganham até dois salários mínimos.

Temer tentou acabar com o abano, mas a proposta com forte rejeição popular não foi a frente diante do custo político que representava às vésperas da eleição. A equipe de Guedes-Bolsonaro já defendeu publicamente mudanças no benefício.

Apesar das tratativas de transição só iniciaram estarem marcadas somente para a próxima semana, as conversas informais já estão em curso e Bolsonaro já disse em entrevista que vai encaminha ao Congresso um “pacotão” de medidas logo no início do mandato.

Além de medidas consideradas mais estruturais, a equipe econômica avalia que os assessores de Bolsonaro devem pedir apoio ao Congresso para a aprovação da medida que adia o reajuste do salário dos servidores para 2020 (mais informações nesta página). O texto precisa ser aprovado até 8 de fevereiro do ano que vem, mas na prática o ideal seria votar a MP ainda este ano.

do Portal Vermelho e Agências de Notícias


 

LOGO FOOTER ET URBS MAGNA

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe