“E o Lula, hein?”: Flávio associa Tite ao ex-presidente para justificar crise da Copa América

06/06/2021 1 Por Redação Urbs Magna
“E o Lula, hein?”: Flávio associa Tite ao ex-presidente  para justificar crise da Copa América

“É um hipócrita, porque a gente tem vários vídeos dele no passado onde ele faz referências, puxa um saco do ex-presidente Lula sem tamanho. Mas falou de Bolsonaro, ele fecha a cara e faz de tudo para boicotar”, declarou o filho de Bolsonaro



Por Ivan Longo 
na Revista Fórum
6 jun 2021 – 20:04


Preocupado com a crise da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e com a péssima repercussão da tentativa interferência de seu pai, Jair Bolsonaro, na seleção brasileira, em detrimento do fato do técnico Tite e dos jogadores do time já terem sinalizado que são contra a realização da Copa América no Brasil, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) apelou e tentou associar o treinador ao ex-presidente Lula.

Segundo o parlamentar, investigado no esquema das “rachadinhas” quando era deputado estadual, Tite “se posicionou politicamente” e é “puxa saco” do ex-presidente petista.

“É um hipócrita, porque a gente tem vários vídeos dele no passado onde ele faz referências, puxa um saco do ex-presidente Lula sem tamanho. Mas falou de Bolsonaro, ele fecha a cara e faz de tudo para boicotar”, declarou Flávio.

No mesmo vídeo, o senador disse que a justificativa da pandemia entre os que são contra a realização do torneio se trata, na verdade, de uma “desculpa”, já que a crise teria sido causada pelo fato de que o SBT, e não a Globo, que tem os direitos de transmissão da competição.

Ele ainda mentiu sobre o número de vacinados contra a Covid no Brasil ao dizer que o país tem, sim, condições de receber o campeonato, afirmando que já foram vacinadas “mais de 70 mil pessoas”. O número de pessoas que recebeu a primeira dose de algum imunizante contra a Covid até o momento, no entanto, não passa dos 49 mil.

O técnico Tite e o elenco prometem se manifestar na terça- (8) sobre a realização do torneio no país. Todos são contrários, em função da pandemia do coronavírus.

Leia mais na Revista Fórum


Siga no Telegram

Comente